banner ad
Advertisement

Intolerância Religiosa: Polícia Civil registra 32 vítimas de discriminação e preconceito contra crenças em SE

| 21 de janeiro de 2021

Atos contra a liberdade religiosa, prevista na Constituição Federal, são considerados crime de racismo no Brasil

O Brasil é um país de múltiplos ritos, cultos e crenças, enraizados em sua história e presentes na vida dos mais diversos grupos que compõem a sociedade brasileira. Nesse sentido, o dia 21 de janeiro foi reservado como o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. A data foi instituída em 2007, através da Lei nº 11.635, de 27 de dezembro daquele ano. Mas, mais que uma data, o dia tem o objetivo de conter a violência contra templos e espaços religiosos no Brasil, e homenageia a Yalorixá Gildária dos Santos, a Mãe Gilda, do Axé Abassá de Ogum, na Bahia, vítima de intolerância religiosa, com agressões físicas e verbais. 

A liberdade religiosa significa a proteção da fé, seja ela qual for. O Brasil tem normas jurídicas que visam punir a intolerância religiosa. A Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, alterada pela Lei nº 9.459, de 15 de maio de 1997, considera crime a prática de discriminação ou preconceito contra religiões. A liberdade religiosa é garantida pela Constituição Federal de 1988, e está descrita no artigo 5º, que possui 77 incisos sobre os direitos fundamentais garantidos aos cidadãos. 

Em Sergipe, o Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), unidade que funciona em plantão 24 horas, conta com a Delegacia de Atendimento a Crimes Homofóbicos, Racismo e Intolerância Religiosa (Dachri). Segundo os dados da Coordenaria de Estatística e Análise Criminal (Ceacrim), no ano de 2020 foram registradas 32 vítimas de discriminação por preconceito de raça, cor, etnia e religião. Já em 2019 foram registradas 25 vítimas desse tipo de ação. A discriminação motivada pela religião é considerada crime no Brasil, com pena de multa e até prisão, com reclusão de um a três anos.

O coordenador do Fórum Sergipano das Religiões de Matriz Africana, Irivan de Assis, contou que, por ser integrante desde sua infância de religião de matriz africana, já sofreu preconceito e vivenciou ações de intolerância religiosa. Assim como ele, várias pessoas passam por essas situações diariamente, mesmo que a prática do racismo religioso seja considerada crime no Brasil. As vítimas podem procurar a Dachri para registrar boletim de ocorrência sobre as agressões contra a fé individual e coletiva. 

“Desde a minha infancia sofro discriminação racial e intolerância religiosa, até mesmo sendo retirado de ônibus, por vestir branco, sendo retirado de táxi, simplesmente por levar pipoca de Obaluaê. Por tudo isso, combatemos a intolerância religiosa. Entendemos que a intolerância é a capacidade de aceitar o que é diferente, não tolerando opiniões e práticas que são diferentes das suas e, muitas vezes, são seguidas de atitudes preconceituosas e até mesmo violentas. São atitudes que passam por um olhar estranho, fechamento e queima de terreiros, tudo que passa pela violação dos direitos humanos”, narrou. 

A delegada Meire Mansuet ressaltou que a data traz uma reflexão sobre a liberdade de expressão, de credo, crença e cultura, garantida constitucionalmente a todos os cidadãos brasileiros. “É o dia em que nós paramos para refletir todas as questões relacionadas à intolerância religiosa, que hoje é tida como crime de racismo, que é a discriminação e o preconceito devido à pratica da religião pelo cidadão. É um dia que nos chama à reflexão para o respeito a todas as religiões. É um dia que dedicamos ao enfrentamento dessa discriminação”, enfatizou.

A prática do racismo religioso ocorre de diversas formas, não apenas presencialmente, mas também por imagens, fotos, vídeos e declarações compartilhadas através de aplicativos de mensagens e redes sociais. “O crime de intolerância religiosa se configura a partir do momento em que a pessoa pratica a discriminação, o preconceito ou incita ações contra uma prática religiosa. A pessoa é vítima quando, ao exercer seu direito constitucional de prática religiosa, sofre algum tipo de preconceito, ou seja, o racismo religioso”, detalhou a delegada.

Meire Mansuet destacou que as vítimas podem procurar a Polícia Civil para formalizar a denúncia através de boletim de ocorrência. “A delegacia fica no DAGV, aberta 24 horas, todos os dias da semana. A pessoa pode vir presencialmente fazer sua denúncia. Há também o 181 (Disque-Denúncia); o telefone 190 (Polícia Militar) para situações de flagrante; e o (79) 3205-9400, do DAGV. Estamos de portas abertas para receber todas as denúncias”, orientou.

Fonte: SSP/SE


Category: Destaques, Polícia

Comments are closed.

Educação

Matrícula online para os alunos que desejam mudar de escola na rede estadual começa nesta sexta-feira, 5

Matrícula online para os alunos que desejam mudar de escola na rede estadual começa nesta sexta-feira, 5

Os alunos da rede estadual de ensino que desejam se transferir para outra escola da própria rede poderão fazer a matrícula online a partir de sexta-feira, 5, até o dia 10 de março. Esse processo é válido para todas as 325 unidades de ensino do estado, incluindo aí as 58 escolas que ofertam o Ensino […]

| 5 de março de 2021
Bolsa Permanência do Prouni será paga a partir desta quarta-feira

Bolsa Permanência do Prouni será paga a partir desta quarta-feira

Mais de 8,5 mil estudantes receberão o benefício referente a janeiro O Ministério da Educação (MEC) realiza, a partir de hoje (3), o pagamento do benefício do Programa Bolsa Permanência do Prouni (PBP-Prouni), referente ao mês de janeiro. De acordo com o ministério, serão pagos mais de R$ 3,4 milhões a 8.546 estudantes que cursam […]

| 3 de março de 2021
Governador anuncia reforma de 34 escolas da rede estadual

Governador anuncia reforma de 34 escolas da rede estadual

Investimento será de R$ 55 milhões para reforma e ampliação de unidades localizadas em 17 municípios sergipanos O governador Belivaldo Chagas autorizou, na manhã desta terça-feira (02), o processo licitatório para a reforma e ampliação de 34 escolas estaduais em 17 municípios sergipanos. Ao todo, deverão ser investidos R$ 55 milhões para oferecer melhores condições […]

| 3 de março de 2021

Economia

Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol

Aumento da gasolina também causa impacto no preço do etanol

O consumidor, afetado pelo preço da gasolina, também está tendo dificuldades para recorrer ao substituto imediato nos veículos com motor flex. Motivado por uma combinação de entressafra e aumento de demanda, o preço do etanol hidratado acumula aumento de 21,1% desde janeiro, segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP). O preço médio do litro do combustível […]

| 6 de março de 2021
Custo da cesta básica em Aracaju teve redução em fevereiro

Custo da cesta básica em Aracaju teve redução em fevereiro

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Pesquisa Nacional da Cesta Básica, realizada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), revelou que, no segundo mês de 2021, […]

| 6 de março de 2021
Procon Aracaju fiscalizou postos de combustíveis durante toda a semana

Procon Aracaju fiscalizou postos de combustíveis durante toda a semana

Desde a última segunda-feira (1º), a Prefeitura de Aracaju reforça as atenções aos direitos dos consumidores nos postos de combustíveis. Para isso, o Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), que integra a Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), fiscalizou 17 postos de combustíveis, na capital, até esta sexta-feira, 5. […]

| 6 de março de 2021

Concursos

Inscrições para concurso do IBGE permanecem abertas até próximo dia 19 de março

Inscrições para concurso do IBGE permanecem abertas até próximo dia 19 de março

O IBGE em Sergipe segue com as inscrições abertas para o processo seletivo com o intuito de contratar 1.909 recenseadores que vão trabalhar na coleta de informações do Censo Demográfico 2021 em todo o estado. Também foi disponibilizado um simulador online em que os candidatos podem calcular a remuneração, já que o profissional receberá por […]

| 7 de março de 2021
Energisa lança o maior programa de estágio da sua história

Energisa lança o maior programa de estágio da sua história

São mais de 240 vagas com inscrições até 28 de fevereiro  O Grupo Energisa está com inscrições abertas em seu programa de estágio em 10 estados. Em Sergipe, as 13 vagas são para as cidades de Aracaju e Maruim. As oportunidades são voltadas para nível técnico e superior nas áreas como Administração, Psicologia, Estatística, Ciências da Computação, […]

| 23 de fevereiro de 2021
Banese lança edital de concurso para 45 vagas de ensino médio e superior

Banese lança edital de concurso para 45 vagas de ensino médio e superior

O Banese publicou nesta sexta-feira, 19, edital de concurso público para o provimento de 45 vagas, mais cadastro de reserva de cargos de nível médio e superior, com rendimentos iniciais de R$ 2.223,60 (nível médio) e R$ 4.361,79 (nível superior), ambos com jornada semanal prevista de 30 horas. As inscrições estarão abertas de 26 de […]

| 19 de fevereiro de 2021
banner ad
banner ad