Governo oficializa descontingenciamento do Orçamento de 2019

| 19 de novembro de 2019
Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Ao todo, foram liberados R$ 13,976 bilhões que estavam bloqueados

Quase uma semana depois de abrir o espaço fiscal, o governo oficializou o descontingenciamento (desbloqueio) de R$ 13,976 bilhões do Orçamento de 2019 que ainda estavam bloqueados, anunciaram há pouco os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Segundo Paulo Guedes, a liberação total dos recursos que ainda estavam contingenciados foi possível porque o governo obteve receitas extraordinárias com a venda de ativos de estatais, que rendeu Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido sobre o ganho de capital das empresas, e pelos leilões do excedente da cessão onerosa e da partilha do pré-sal.

Realizado no início do mês, o leilão da cessão onerosa arrecadou R$ 69,96 bilhões, dos quais o Tesouro pagará R$ 34,6 bilhões à Petrobras e R$ 11,67 bilhões a estados e municípios, ficando com R$ 23,69 bilhões.

“Chegamos ao final do ano numa situação bastante melhor. Primeiro, porque tivemos muitas receitas extraordinárias que vieram das nossas próprias atitudes, andamos desmobilizando bastante, desinvestindo, e tivemos receitas com imposto de renda sobre ganho de capital, que obtemos desinvestindo. Segundo, porque nós acabamos descontingenciando o que havíamos preventivamente contingenciado, de forma a acabar tendo um ano bastante dentro das expectativas de gastos dos ministérios”, disse Guedes.

O ministro acrescentou que os contingenciamentos realizados no início do ano foram realizados porque o Orçamento de 2019 previa crescimento de 2,5%, enquanto a economia deve encerrar o ano com crescimento de 0,92%, segundo o Boletim Focus, pesquisa semanal com instituições financeiras divulgada pelo Banco Central. Com o crescimento menor que o previsto, o governo arrecadou menos que o projetado, levando ao contingenciamento.

“Este foi um ano difícil porque havia expectativas embutidas no Orçamento que herdamos de crescimento acima de 2%. Fomos forçados, pela evolução da receita abaixo do que estava embutido na taxa de crescimento, tivemos de fazer contingenciamentos. Chegamos ao fim do ano com resultado melhor”, disse Guedes. Ele acrescentou que, ao longo do ano, o governo não cedeu às pressões para flexibilizar o teto de gastos, para dar sinal de comprometimento com a austeridade fiscal.

“Como não abrimos mão do teto de gastos, apesar das pressões, queríamos mostrar que nosso governo iria reverter trajetória descontrolada dos gastos públicos nas últimas décadas”, declarou.

Prudência

Lorenzoni afirmou que o governo optou por ser rígido na execução do Orçamento, para só poder liberar recursos depois de receber garantias de que as receitas extraordinárias iriam entrar. “Em nenhum momento, flexibilizamos. Começamos reduzindo o tamanho do governo. Desestatizando, desmobilizando e buscando receitas extraordinárias. É importante lembrar que, até outubro, vivemos da incerteza da realização da cessão onerosa”, disse Lorenzoni.

Segundo o ministro-chefe da Casa Civil, o contingenciamento de parte dos gastos discricionários (não obrigatórios), no início do ano, representou uma medida de precaução. “A razão de termos chegado ao final do ano para pode fazer, neste momento, o anúncio do completo descontingenciamento é a vitória de um governo que foi, primeiro, cauteloso. A viagem estava no início, precisamos encerrar o ano com condições de executar nosso objetivo”, disse.

Cronologia

Em março, o governo contingenciou R$ 29,6 bilhões do Orçamento. Considerando as reservas no Orçamento, o bloqueio subiu para R$ 31,7 bilhões em maio, R$ 34 bilhões em julho. Em setembro, os recursos retidos caíram para R$ 21,6 bilhões. Em outubro, com a confirmação do leilão da cessão onerosa, o Orçamento passou a ter folga de R$ 37,7 bilhões, subindo para R$ 54,5 bilhões no relatório divulgado hoje.

Com a repartição dos recursos da cessão onerosa para estados e municípios e o pagamento à Petrobras pelos barris excedentes de petróleo na camada pré-sal, o Orçamento de 2019 fechará o ano com reserva de R$ 18,12 bilhões. Segundo o secretário de Orçamento Federal, George Soares, parte dessa reserva será usada para pagar créditos extraordinários, mas a maioria ajudará a diminuir o déficit primário – resultado negativo das contas do governo desconsiderando os juros da dívida pública.

Por Wellton Máximo e Pedro Rafael Vilela/Agência Brasil

Tags: ,

Category: Brasil, Destaques, Economia

Comments are closed.

Educação

Prefeitos querem flexibilizar pagamento mínimo da educação em 2020

Prefeitos querem flexibilizar pagamento mínimo da educação em 2020

Objetivo é empenhar valores para os próximos anos A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) apresentou nesta sexta-feira (7) ao ministro da Economia, Paulo Guedes, uma pauta de reivindicações que inclui a possibilidade de flexibilização na aplicação do mínimo constitucional em educação em 2020. Pela Constituição Federal, estados e municípios devem investir, no mínimo, 25% das […]

| 8 de agosto de 2020
Professores de escola estadual fortalecem o acesso à educação com visitas nas zonas urbana e rural

Professores de escola estadual fortalecem o acesso à educação com visitas nas zonas urbana e rural

A busca ativa escolar tem sido uma ferramenta recorrente para que todos da comunidade tenham acesso à Educação Os desafios das aulas não presenciais da Rede Pública Estadual de Ensino são uma realidade superada com esforço e dedicação, dia após dia, por todos os agentes da educação envolvidos, seja na sede da Secretaria de Estado […]

| 6 de agosto de 2020
Governo de Sergipe e Unit firmam parceria para formação de professores

Governo de Sergipe e Unit firmam parceria para formação de professores

Professores por capacitação na plataforma Google For Education, com o intuito de disponibilizar competências digitais, a serem utilizadas neste momento de aula não presencial O Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, junto com o Grupo Tiradentes, firmou um Termo de Cooperação Técnica, com o intuito […]

| 6 de agosto de 2020

Economia

Retomada da FAFEN/SE é uma vitória do parlamento sergipano

Retomada da FAFEN/SE é uma vitória do parlamento sergipano

A Assembleia Legislativa de Sergipe tem participação direta na retomada das operações da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (FAFEN), prevista para meados de 2021. O parlamento estadual, desde o anúncio da possibilidade de encerramento das atividades da FAFEN, vem promovendo debates amplos, com reuniões e audiências públicas, além de diversas manifestações dos deputados, que incansavelmente defendiam […]

| 10 de agosto de 2020
Governo do Estado conclui pagamento da folha de julho na segunda-feira,10

Governo do Estado conclui pagamento da folha de julho na segunda-feira,10

Recebem, a partir das 14h, servidores ativos, aposentados e pensionistas cujos vencimentos estão acima de R$ 3 mil (três mil reais), bem como todos os servidores comissionados sem vínculo Na próxima segunda-feira (10), a partir das 14h, o Governo do Estado conclui o calendário de pagamento referente ao mês de julho, quando recebem o salário […]

| 7 de agosto de 2020
Mais de 4 milhões de beneficiários recebem hoje auxílio emergencial

Mais de 4 milhões de beneficiários recebem hoje auxílio emergencial

Caixa disponibiliza auxílio em poupança digital A Caixa credita hoje (5) auxílio emergencial para 4,4 milhões de beneficiários. São 3,9 milhões de pessoas nascidas em maio que já tinham a programação de receber nesta data. Os demais, 483 mil, são os beneficiários nascidos entre janeiro e maio que tiveram o pedido liberado na última segunda-feira […]

| 5 de agosto de 2020

Concursos

Correios divulga resultado do Programa Jovem Aprendiz

Correios divulga resultado do Programa Jovem Aprendiz

Os Correios publicaram o resultado do processo seletivo para o Programa Jovem Aprendiz 2020. A relação dos classificados está disponível na página dos Correios. Os candidatos aprovados devem aguardar a convocação que irá acontecer gradualmente, de acordo com a necessidade dos Correios e conforme as regras previstas no edital do processo seletivo publicado na internet. Um total […]

| 30 de julho de 2020
Alese convoca mais dois aprovados no concurso público

Alese convoca mais dois aprovados no concurso público

A mesa diretora da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) convocou mais dois aprovados no concurso público para assumir seus cargos efetivos. A convocação segue determinação do presidente Luciano Bispo (MDB). Foram convocados um analista legislativo para a especialidade de Apoio Jurídico e um técnico legislativo para apoio administrativo. Com esta lista, a Alese completa 99 […]

| 28 de julho de 2020
Confira os concursos abertos no Nordeste e as vagas de emprego em Sergipe

Confira os concursos abertos no Nordeste e as vagas de emprego em Sergipe

Núcleo de Apoio ao Trabalhador (NAT) está com 23 vagas de emprego sendo ofertadas. Confira as oportunidades Muitos concursos públicos permanecem com inscrições abertas ou estão sendo prorrogadas em todo o Nordeste, para todos os níveis de escolaridade, com salários de até R$ 9 mil. Confira abaixo as oportunidades disponíveis, bem como cargo, remuneração, e prazo […]

| 4 de julho de 2020
banner ad
banner ad