Projeto piloto Ronda Maria da Penha completa um mês de atuação em Sergipe

| 8 de abril de 2019

Nesta segunda-feira, 8, o projeto piloto Ronda Maria da Penha completa um mês de implementado em Sergipe. Com atuação inicial na cidade de Estância, o projeto pretende contemplar todas as mulheres que tiveram medidas protetivas expedidas pelo Judiciário, mais precisamente pela Vara Criminal do município.

O projeto é uma ação integrada da Polícia Militar, Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, entre outros órgãos relacionados à assistência social e psicológica da mulher. Na prática,  o efetivo policial da Ronda Maria da Penha tem realizado visitas às residências de mulheres vítimas de violência no município que receberam medidas protetivas por meio do Judiciário com o objetivo de verificar se as determinações judiciais estão sendo cumpridas pelos respectivos agressores.

“O projeto foi implantando dia 8 de março, mas a primeira viatura para atendimento saiu para atendimento dia 13 de março com a demanda inicial recebida de acompanhar 62 mulheres amparadas por medidas protetivas. Novas situações já foram passadas do Judiciário para a nossa equipe e com o passar do tempo pretendemos visitar todas as mulheres do município que estão nessa condição. Estamos visitando os casos que são identificados como mais graves e mais recentes. Além disso, é importante destacar que não basta a mulher ter sofrido violência, é preciso que ela tenha uma medida protetiva expedida pelo Judiciário e encaminhada para o nosso efetivo para que possamos acompanhar o caso dela. A porta de entrada dessa mulher deve ser o registro da ocorrência na Delegacia de Polícia Civil, mais precisamente no Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) de Estância”, destacou a capitã Fabíola Góis, comandante do projeto piloto Ronda Maria da Penha no município.

A Ronda Maria da Penha funciona todos os dias em Estância, durante 24h, e o acompanhamento às vítimas reforça que é necessário informar se a medida protetiva for descumprida. “Se o agressor não cumpriu a determinação judicial, nós informaremos ao juiz. E se nós flagrarmos esse descumprimento, o agressor é preso imediatamente. Reconhecemos que é muito difícil a mulher sair desse ciclo da violência porque muitos homens pedem desculpas e prometem mudar, mas dificilmente isso acaba ocorrendo. Então a gente sempre conversa com as mulheres, de maneira geral e em palestras, que fiquem atentas a relacionamentos abusivos, aos outros tipos de violência (psicológica, sexual, patrimonial e moral) e denunciem seus agressores”, completou a capitã da Polícia Militar.

Na primeira vez em que visitam cada uma das mulheres contempladas pelo projeto Ronda Maria da Penha, os policiais militares passam o número celular direto utilizado pela guarnição para que as mulheres possam ligar para a Ronda caso a medida protetiva esteja sendo descumprida por seu agressor. De imediato, os policiais seguem ao local indicado pela vítima, tendo em vista que o atendimento é 24 horas por dia, de domingo a domingo. Entretanto, as mulheres que não têm medida protetiva e precisarem do apoio da Polícia Militar, devem continuar ligando para o número de emergência 190.

O soldado Rocha, que atua na Ronda Maria da Penha, destaca como observa a importância do trabalho realizado no município. “É um trabalho gratificante e possível de ser realizado se o policial militar estiver preparado tecnicamente e passar a observar o contexto da violência doméstica de maneira diferente. Além disso, tem sido uma experiência positiva dividir o trabalho diário com mulheres policiais militares porque o atendimento nas ocorrências é diferenciado, com mais cuidado e empatia ao próximo. É um trabalho onde temos ouvido muitos elogios e isso só reforça a importância do que estamos fazendo. A gente aprende muito com a história dessas mulheres vítimas de violência”, ressaltou o policial militar.

Expansão da Ronda para outros municípios

O projeto piloto Ronda Maria da Penha foi iniciado pela cidade de Estância por conta do elevado número de mulheres que sofrem com a violência doméstica na localidade. “Dentre os crimes previstos na legislação brasileira, 40% daqueles encaminhados à Vara Criminal de Estância se referiam à violência de gênero. Além disso, é um município que já estava com a Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher estruturada. Tenho certeza que o projeto irá se expandir para outros municípios, aqui é apenas um piloto, o primeiro passo. Estamos inclusive na fase de identificação do próximo município que será contemplado com o projeto”, comentou a capitã Fabíola.

Capacitação dos policiais

Nesta segunda-feira, 8, foi iniciada uma capacitação voltada para policiais militares de Sergipe com instrutores da Polícia Militar da Bahia, que é referência local e internacional nessa rede de enfrentamento. “A própria major Denise, que coordena o projeto na Bahia, está envolvida nesse treinamento que segue até o dia 12 de abril. Os policiais estão tendo a oportunidade de conhecer mais sobre violência de gênero, a maneira mais adequada para atendimento de ocorrências envolvendo violência contra a mulher, irão conhecer a Lei Maria da Penha e quebrar certos paradigmas enraizados em nossa sociedade tão machista; como procederem em casos de descumprimento de medidas protetivas, entre outras questões relacionadas ao tema. O policial militar precisa estar bem preparado para atuar na Ronda Maria da Penha para que a gente continue tendo essa resposta positiva e apoio por parte da sociedade no trabalho que estamos realizando. Nosso sonho é que no futuro esse trabalho não precise mais ser realizado, porque crianças e adolescentes vão crescer aprendendo a ter respeito em suas relações”, finalizou a capitã Fabíola.

Via: SSP/SE

Category: Polícia

Comments are closed.

Educação

UFS corre risco de não reabrir após férias

UFS corre risco de não reabrir após férias

A Universidade Federal de Sergipe (UFS) corre o risco de não retornar às atividades após o período de férias dos estudantes caso os limites orçamentários destinados à instituição permaneçam bloqueados. No dia 30 de abril, o Ministério da Educação (MEC) afirmou que o bloqueio de 30% na verba das instituições de ensino federais valia para […]

| 17 de julho de 2019
Mais de 78 mil sergipanos farão o Enem em 2019

Mais de 78 mil sergipanos farão o Enem em 2019

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) detalhou dados consolidados das inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo o órgão, existem 5.095.308 inscritos confirmados, sendo que em Sergipe são 78.487, representando 1,5% do total nacional. As provas vão acontecer nos dias 3 e 10 de novembro, em 30 cidades […]

| 16 de julho de 2019
Menos da metade dos estudantes aprende sobre segurança na internet

Menos da metade dos estudantes aprende sobre segurança na internet

Menos da metade dos estudantes de escolas públicas, 44%, receberam orientações dos professores sobre como usar a internet de um jeito seguro, de acordo com a pesquisa TIC Educação, do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), divulgada hoje (16). Um percentual ainda menor, 33%, diz que os professores falaram sobre o que fazer se […]

| 16 de julho de 2019

Economia

Inflação pelo IGP-10 sobe de 0,49% em junho para 0,61% em julho

Inflação pelo IGP-10 sobe de 0,49% em junho para 0,61% em julho

O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), registrou inflação de 0,61% em julho. O percentual é superior ao observado em junho (0,49%). Com isso, o índice acumula 4,41% no ano e 6,23% em 12 meses. A alta da taxa na passagem de junho para julho foi puxada pelos preços no […]

| 16 de julho de 2019
Governo Federal quer reduzir pela metade o preço do gás de cozinha

Governo Federal quer reduzir pela metade o preço do gás de cozinha

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira (9) que o governo pretende reduzir pela metade o preço do gás de cozinha no país em dois anos. De acordo com o ministro, para conseguir essa redução, é preciso quebrar o monopólio do refino e da distribuição. “Daqui a dois anos, o botijão de gás vai […]

| 10 de abril de 2019
Conta de luz não terá custo extra em abril para os consumidores

Conta de luz não terá custo extra em abril para os consumidores

A bandeira tarifária em abril de 2019 será verde, sem custo para os consumidores. Abril é um mês de transição entre as estações úmida e seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN). A previsão hidrológica projetada para o mês ainda indica a tendência verificada em março, de recuperação do nível dos reservatórios. […]

| 30 de março de 2019

Concursos

Concursos: 17 órgãos abrem inscrições nesta segunda para preencher mais de 1,1 mil vagas

Concursos: 17 órgãos abrem inscrições nesta segunda para preencher mais de 1,1 mil vagas

Nesta segunda-feira (1º), 17 concursos abrem inscrições com o objetivo de contratar mais de 1,1 mil profissionais. As oportunidades são para pessoas de todos os níveis de escolaridade, com postos de trabalho em 9 estados (Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima e São Paulo). […]

| 31 de março de 2019
Fundação Hospitalar lança 12ª lista de convocação para PSS da Saúde

Fundação Hospitalar lança 12ª lista de convocação para PSS da Saúde

A Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) informa que lançou a 12ª lista do Processo Seletivo Simplificado (PSS). Os convocados deverão se apresentar no Centro Administrativo da Saúde Senador Gilvan Rocha, na avenida Augusto Franco, até às 16h. O candidato que não conseguir por algum motivo se apresentar no horário previsto, determinado pelo calendário, poderá se apresentar […]

| 27 de março de 2019
Concursos: 13 órgãos abrem as inscrições nesta segunda para quase 600 vagas

Concursos: 13 órgãos abrem as inscrições nesta segunda para quase 600 vagas

Cargos são de todos os níveis de escolaridade; os salários chegam a R$ 22.158,82 na Defensoria Pública de Minas Gerais. Pelo menos 13 órgãos públicos abrem as inscrições nesta segunda-feira (25) para cerca de 580 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Só na Prefeitura de São João do Caru, no Maranhão, são […]

| 24 de março de 2019
banner ad
banner ad