banner ad

Orçamento de 2018 reduz despesas em R$ 18,5 bi para cumprir meta fiscal antiga

| 1 de setembro de 2017
1089142-abr_31082017_pzzb6302

Ministro interino do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Esteves Colnago, e o secretário de Orçamento Federal, George Soares, detalham a proposta orçamentária para 2018 Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

atraso na conclusão da votação pelo Congresso Nacional das novas metas fiscais para 2017 e 2018 fez com que a proposta do Orçamento Geral da União para o ano que vem tivesse um corte extra de R$ 18,5 bilhões nas despesas não obrigatórias. Segundo números detalhados há pouco pelo Ministério do Planejamento, o texto enviado nesta quinta-feira (31) ao Congresso Nacional terá receitas líquidas estimadas em R$ 1,199 trilhão e despesas totais de R$ 1,328 trilhão.

Pelo texto entregue hoje ao Congresso Nacional, as despesas discricionárias (não obrigatórias) cairão de R$ 106,2 bilhões em 2017 para R$ 65 bilhões em 2018. Essas despesas são compostas principalmente por investimentos (obras e compras de equipamentos) e gastos como manutenção de prédios e aluguéis. Assim que as novas metas forem aprovadas pelos parlamentares, a verba os gastos discricionários passarão para R$ 83,5 bilhões em 2018.

Os valores levam em conta as metas de déficit primário originalmente previstas na Lei de Diretrizes Orçamentárias para o próximo ano: resultado negativo de R$ 129 bilhões para o Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) e de R$ 113,9 bilhões para a União, os estados, os municípios e as estatais.

Para alcançar os cortes desejados, a dotação para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) foi praticamente zerada, passando de R$ 19,69 bilhões em 2017 para R$ 1,972 bilhão em 2018. As demais despesas de investimento e de custeio (manutenção da máquina pública) cairão de R$ 202,965 bilhões para R$ 198,248 bilhões.

Como são corrigidas pela inflação, as emendas parlamentares impositivas individuais subirão de R$ 6,111 bilhões para R$ 8,775 bilhões. As emendas impositivas de bancada subirão de R$ 3,073 bilhões para R$ 4,387 bilhões.

Para completar a diferença de R$ 30 bilhões entre a meta atual e a proposta pela equipe econômica, incluindo as emendas impositivas, o projeto levou em conta a liberação de R$ 10 bilhões do Orçamento de 2017. Essa liberação ainda não foi aprovada pelo Congresso e, segundo o Ministério do Planejamento, criaria espaço fiscal para o próximo ano.

Revisão

O governo está propondo a alteração da meta fiscal de 2017 e de 2018 para déficit primário de R$ 159 bilhões para o Governo Central e de R$ 143,9 bilhões para a União, os estados, os municípios e as estatais. Por causa da demora na recuperação da arrecadação e do comprometimento de alguns serviços públicos, o governo propôs a revisão das metas de déficit primário para este e o próximo ano.

Na próxima terça-feira (5), o plenário do Congresso votará as emendas ao projeto que altera a meta fiscal do próximo ano. O texto-base foi aprovado hoje de madrugada, mas os destaques não conseguiram ser votados a tempo do envio da proposta de Orçamento ao Congresso.

O secretário-executivo do Ministério do Planejamento, Esteves Colnago, negou que a equipe econômica tenha superestimado as receitas para elaborar a proposta atual de Orçamento. “Não existe superestimativa de receita. A receita que está aqui é baseada em metodologia. As despesas é que têm contenção muito grande. O ajuste está sendo feito nas despesas. Nem tem como termos inflado a receita, porque a participação delas no PIB [Produto Interno Bruto, soma das riquezas produzidas no país] cairá entre 2017 e 2018”, explicou.

Em relação aos parâmetros para a economia, a proposta de Orçamento não teve alterações. O texto prevê crescimento de 2% do PIB e inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 4,2% para o próximo ano.

Da Agência Brasil

Notícias Relacionadas

No Dia Mundial Sem Carro, o desafio da bicicleta g... Por saúde e economia, brasilienses têm trocado o carro pela bicicleta - Arquivo/Agência Brasil "A decisão de estacioná-lo para sempre não foi de rep...
STF decide futuro de denúncia contra Temer; o que ... Cláudio Antônio Mariz - STF (Supremo Tribunal Federal) julga o pedido de suspeição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot (Carlos Moura/SCO/...
Wyllys promete ir à Justiça contra decisão que lib... O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) (Reprodução/Reprodução) Único deputado que é assumidamente homossexual, ele afirmou que a decisão do juiz federal W...
Hoje é o Dia D da campanha de multivacinação para ... Brasília - O Ministério da Saúde promove o Dia D de Vacinação contra a gripe em postos de todo o País. A expectativa é imunizar, até o próximo dia 26...
Maioria do STF rejeita suspeição de Janot para atu... Brasília - O relator, ministro Edson Fachin, durante sessão do STF para decidir sobre suspeição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para...

Tags: ,

Category: Brasil

Comments are closed.

Educação

Governo autoriza a realização de Concurso Público para o Magistério

Governo autoriza a realização de Concurso Público para o Magistério

Será criada uma comissão, conforme estabelece a Lei Complementar de número 16/1994, que dispõe sobre o Estatuto do Magistério Público de Sergipe, para a realização dos editais do concurso O governo do Estado autorizou a realização de concurso público para o cargo de professores da educação básica da rede estadual de ensino. O mesmo visa […]

| 22 de setembro de 2017
Estudantes já podem se inscrever para concorrer a vagas remanescentes do Fies

Estudantes já podem se inscrever para concorrer a vagas remanescentes do Fies

O Ministério da Educação abriu nesta segunda-feira (18) as inscrições para 35 mil vagas remanescentes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) referentes ao segundo semestre de 2017. Os prazos variam conforme a modalidade em que o estudante se encaixa. Poderão concorrer aqueles que tenham participado de alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) […]

| 19 de setembro de 2017
Colégio Estadual Presidente Juscelino Kubitscheck recebe novos mobiliários

Colégio Estadual Presidente Juscelino Kubitscheck recebe novos mobiliários

Entre 2016 e 2017, o governo do Estado adquiriu 52.200 jogos escolares, que estão sendo distribuídos em escolas de Aracaju e do interior Atendendo reivindicação dos alunos e da comunidade escolar do Colégio Estadual Presidente Juscelino Kubistscheck, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seed) entregou na manhã desta segunda-feira, […]

| 18 de setembro de 2017

Cultura

Mercado de trabalho dá sinais de recuperação no 2º trimestre, diz Ipea

Mercado de trabalho dá sinais de recuperação no 2º trimestre, diz Ipea

A Carta de Conjuntura, divulgada esta semana pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), sinaliza o surgimento de novo ânimo no mercado de trabalho, ou seja, evidencia que está começando a ocorrer uma reversão do cenário negativo no setor. A economista do Ipea, Maria Andréia Parente, observou que o cenário do mercado de trabalho, que […]

| 16 de setembro de 2017
Petrobras reduz em 0,6% preço da gasolina e aumenta em 0,5% o do diesel

Petrobras reduz em 0,6% preço da gasolina e aumenta em 0,5% o do diesel

A Petrobras anunciou hoje (15) a redução do preço da gasolina em 0,6% nas refinarias controladas pela estatal. O diesel, por outro lado, teve um aumento de 0,5%, segundo a estatal. Os reajustes valerão a partir de amanhã (16). Os preços dos combustíveis têm sido reajustados quase que diariamente pela Petrobras. Desde 12 de setembro, […]

| 15 de setembro de 2017
Aracaju tem o gás de cozinha mais caro do Nordeste

Aracaju tem o gás de cozinha mais caro do Nordeste

É em Aracaju que o preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) para uso residencial, o chamado “gás de cozinha”, é o mais caro entre todas as capitais do Nordeste, aponta a Agência Nacional de Petróleo (ANP). A posição indigesta ao “bolso” do consumidor já havia sido alcançada mesmo antes do reajuste de 12,02% anunciado pela Petrobras […]

| 12 de setembro de 2017

Concursos

Concursos públicos abertos reúnem 12,8 mil vagas no país

Concursos públicos abertos reúnem 12,8 mil vagas no país

Pelo menos 129 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta terça-feira (12) e reúnem 12.802 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 27.500,17 no Tribunal Regional Federal da 5ª Região. Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os […]

| 18 de setembro de 2017
Concursos: 11 órgãos abrem prazo para 480 vagas nesta segunda, 4

Concursos: 11 órgãos abrem prazo para 480 vagas nesta segunda, 4

Pelo menos 11 órgãos abrem inscrições, nesta segunda-feira (4), para 480 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários chegam a R$ 13,7 mil na Prefeitura de Andirá (PR). Somente na Prefeitura de Correntes (PE) são 104 vagas. Nos concursos para formação de cadastro de reserva, […]

| 3 de setembro de 2017
130 concursos abertos reúnem 15,4 mil vagas em todo o país

130 concursos abertos reúnem 15,4 mil vagas em todo o país

Pelo menos 130 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (14) e reúnem 15.483 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 26.125,16 na Defensoria Pública de Alagoas. Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados […]

| 14 de agosto de 2017
banner ad
banner ad