banner ad

Fábio Carille: ‘Quero mais 7 anos no Corinthians e depois Europa’

| 9 de setembro de 2017

O treinador do Corinthians Fábio Carille durante entrevista no CT Joaquim Grava (Heitor Feitosa/VEJA.com)

Treinador ‘novato’ é campeão paulista, líder do Campeonato Brasileiro e ídolo da torcida. Mas quer muito mais

Não se deixe enganar pela fala mansa e pela simplicidade típicas de garoto do interior: Fábio Carille é um homem ambicioso e sabe bem o que quer. Depois de oito anos como auxiliar de Mano MenezesTite e outros técnicos no Corinthians,o ex-jogador de poucas glórias ganhou, enfim, a chance de ser efetivado. E, contrariando os prognósticos, se tornou a sensação de 2017: campeão paulista e líder do Brasileirão com campanha recorde no primeiro turno e futebol de boa qualidade. A desconfiança sumiu e hoje Carille é um ídolo da torcida.

Nascido na capital paulista e criado em Sertãozinho (SP), cidade de pouco mais de 120.000 habitantes a cerca de 330 km de São Paulo, na região de Ribeirão Preto, Carille foi um zagueiro e lateral-esquerdo de pouca fama na década de 90, com passagens por clubes como Coritiba, Paraná, Santa Cruz, Juventus-SP, Gama e por curto período pelo Corinthians. A carreira em comissão técnica decolou mais rapidamente: então auxiliar do Grêmio Barueri, ganhou uma chance de compor a comissão técnica de Mano Menezes, em 2009. E não saiu mais do clube.

A boa fase e a política do Corinthians, que na última década mudou pouco de treinador (duas delas a contragosto – Mano Menezes e Tite foram chamados pela CBF), dão tranquilidade a Carille. “Quero ser um dos pioneiros do futebol brasileiro em ficar muitos anos no clube. Claro que não penso em ficar 20 anos como alguns ficaram na Inglaterra. Mas seis, sete anos…” Carille é educado, mas dispensa tom professoral, sobretudo diante de seus jogadores. O treinador não gosta de ser comparado ao catalão Pep Guardiola, mas admite se inspirar no técnico do Manchester City e tem um objetivo determinado: trabalhar no futebol europeu. Nessa entrevista, o treinador de 43 anos garante que este é só o começo de uma carreira longa. Ele também falou sobre Tite, Jô, Drogba, finanças do clube, e ofertas de outros clubes.

Quando o senhor assumiu o cargo, em janeiro, foi visto com certa desconfiança. Já se sentia preparado após tantos anos de “estágio” no clube? Esses oito anos como auxiliar foram muito importantes. Não tive experiência como atleta em equipes grandes, apenas uma passagem em 1995 aqui no Corinthians. E durante esses últimos oito anos, dirigi a equipe dez vezes, sendo seis jogos em 2016, o que me fortaleceu, porque comandei reuniões, treinamentos e tomei decisões – funções de um técnico. Quando recebi o convite, em 22 de dezembro, não tive dúvida, porque vi que era meu momento.  Se eu fosse torcedor também desconfiaria, porque se criou uma expectativa de que fosse contratado um treinador badalado. Eu não imaginava ser campeão paulista nem ter um início de Brasileiro assim, mas também sabia que não seria tão ruim como alguns imaginavam.

Qual é a chave para o sucesso de 2017? Os atletas se apresentaram dia 11 de janeiro e a comissão no dia 3. Traçamos o perfil para a equipe e no primeiro trabalho com bola tudo foi feito dentro de acordo com aquele planejamento. É preciso ter paciência e aceitar um certo sofrimento: às vezes o time não vai bem e o treinador quer mudar tudo no meio da competição. Isso causa confusão e os jogadores passam a não confiar no seu trabalho. Nesse ano, os primeiros jogos não foram bons. Precisávamos de bons resultados para ter confiança e, em seguida, o time chegou perto do desempenho que eu esperava.

Como foi possível transformar atletas antes contestados, como Leandro Castán e Felipe, em jogadores de primeira linha? Eu me tornei responsável pelos trabalhos específicos de defesa em 2011, sempre monitorado pelo Tite. Por ter sido sete anos zagueiro e sete anos lateral, tinha facilidade para passar o que queríamos aos jogadores. O Felipe é uma prova de que jogador com qualidade pode vingar. Com ele foram três anos de trabalho. O mesmo aconteceu com Castán, Gil, e agora com o Pedro Henrique. Sempre falei para não deixarem de acreditar, fazer trabalhos complementares técnicos depois do treino. Todos sempre ficaram 20 minutos a mais fazendo exercícios de cabeceio, de passe.

Como o senhor faz para se atualizar como treinador? A minha busca é sempre por equilíbrio, ter uma equipe que ataca e defende bem. Aprendi muito com todos os técnicos com quem trabalhei, mas o futebol mudou muito, antes havia pouco treino tático, de organização. E sigo uma linha mais italiana, nisso aprendi muito com o Tite, que fez estágios na Itália ou com treinadores italianos. Também sinto que melhorei muito os trabalhos de parte ofensiva, mas posso evoluir mais. Sempre converso com atletas que estão na Europa, caso do Felipe, que está no Porto, perguntando quais trabalhos são feitos por lá que podemos trazer para o nosso dia a dia.

Hoje existe uma ala “boleira” e uma “estudiosa” de treinadores do futebol. O senhor então se identifica mais com a segunda? Sim, porque detalhes fazem diferença no futebol e devemos integrar vários departamentos, como o nosso centro de inteligência. O treinador deve estudar o dia a dia, o adversário, o que foi feito de bom e ruim nos últimos jogos. Acho que os profissionais que foram atletas e também estudam têm um equilíbrio melhor.

Fonte: VEJA.com

Notícias Relacionadas

À espera de renovação, Prass diz que acordo não de... Foto: Rodrigo Gazzanel/Futura Press/Folhapress O experiente goleiro Fernando Prass tem menos de dois meses de contrato com o Palmeiras. À espera de ...
Em jogo com pouca emoção, Inglaterra e Brasil fica... Foto: Ian Kington / AFP Inglaterra e Brasil fizeram um jogo aquém do esperado em Wembley. As duas seleções criaram pouco e ficaram no 0 a 0, em duel...
Elano lamenta ‘noite triste’ no Santos e foge de p... Elano acredita que o Santos não fez uma partida horrível contra a Chape (Foto: Ivan Storti / Santos FC) O Santos está oficialmente fora da briga pel...
Criticado pela torcida, Rafael Vaz ganha apoio dos... Rafael Vaz é alvo de críticas da torcida após atuação ruim contra Palmeiras (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo) A derrota para o Palmeiras não tirou o ...
Seleção Brasileira deve ter ‘time ideal’ para amis... Fornecido por Fundação Cásper Líbero A Seleção Brasileira encerrou sua preparação para o amistoso diante da Inglaterra, marcado para a próxima terça...

Category: Esporte

Comments are closed.

Educação

Gabarito oficial do Enem 2017 é divulgado

Gabarito oficial do Enem 2017 é divulgado

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou há pouco o gabarito oficial das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, realizadas nos dias 5 e 12 de novembro. Com o gabarito, os candidatos podem saber quantas questões acertaram. Correção das provas A correção das provas é feita usando a metodologia […]

| 14 de novembro de 2017
Secretaria da Educação capacita professores para o projeto Aula Digital

Secretaria da Educação capacita professores para o projeto Aula Digital

Durante toda esta segunda-feira, 13, os professores da rede municipal da Educação participaram de mais uma capacitação do projeto “Aula Digital”. O objetivo dos estudos de hoje foi demonstrar o papel do professor na implantação do projeto. Atualmente 15 escolas da rede estão recebendo as capacitações. De acordo com a coordenadora de Ensino Fundamental da […]

| 14 de novembro de 2017
Governo promove acolhimento aos alunos que prestaram o Enem no 2º dia de prova

Governo promove acolhimento aos alunos que prestaram o Enem no 2º dia de prova

O último domingo, 12, foi um dia decisivo para milhares de jovens e adultos que fizeram as provas no segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio. Segundo dados do Inep, em Sergipe, 93.285 mil inscritos estavam aptos a participar da segunda etapa do Enem, cujas provas foram de Matemática e Ciências da Natureza. Desse […]

| 13 de novembro de 2017

Economia

Petrobras reduz gasolina em 3,8%, maior queda desde julho

Petrobras reduz gasolina em 3,8%, maior queda desde julho

A Petrobras reduzirá em 3,8% os preços da gasolina a partir desta sexta-feira nas refinarias, na maior queda em um único dia desde o início de julho, quando a empresa começou a ajustar os valores dos produtos vendidos às distribuidoras quase que diariamente. O diesel, por sua vez, será reduzido em 1,3%. A redução no preço da Petrobras ocorre […]

| 17 de novembro de 2017
Moradia popular puxa recuperação do mercado imobiliário

Moradia popular puxa recuperação do mercado imobiliário

As vendas de imóveis novos do Minha Casa, Minha Vida até agosto somaram 41,7 mil unidades, alta de 23,6% em relação ao mesmo período de 2016 As empresas de construção que desenvolvem moradias populares, enquadradas no Minha Casa, Minha Vida, têm puxado a recuperação do mercado imobiliário. Direcional, MRV e Tenda responderam por dois terços dos lançamentos e das vendas do […]

| 17 de novembro de 2017
Começa hoje a segunda etapa de pagamento do PIS-Pasep a idosos

Começa hoje a segunda etapa de pagamento do PIS-Pasep a idosos

Os aposentados com valores nas contas do PIS-Pasep na Caixa e no Banco do Brasil (BB) podem sacar a partir de hoje (17). É a segunda etapa do calendário de pagamento, divulgado em setembro por esses bancos. Na última terça-feira (14),  417 mil aposentados, correntistas do BB e da Caixa, foram beneficiados com o crédito […]

| 17 de novembro de 2017

Concursos

14 órgãos abrem inscrições para mais de 600 vagas nesta segunda, 13

14 órgãos abrem inscrições para mais de 600 vagas nesta segunda, 13

Cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 14.030,14. Pelo menos 14 órgãos abrem as inscrições nesta segunda-feira (13) para 660 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 14.030,14. Veja abaixo mais detalhes das seleções: Câmara de Clevelândia […]

| 13 de novembro de 2017
Concursos: 9 órgãos abrem inscrições para ao menos 1.073 vagas nesta segunda, 6

Concursos: 9 órgãos abrem inscrições para ao menos 1.073 vagas nesta segunda, 6

Pelo menos 9 órgãos abrem inscrições, nesta segunda-feira (6), para preenchimento de vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários chegam a R$ 14.349,48 na Prefeitura de Corupá (SC). Maioria das vagas é da Prefeitura de Ipixuna do Pará (440 vagas). Nos concursos para formação de […]

| 5 de novembro de 2017
Conselho Regional de Farmácia de São Paulo abre concurso para 732 vagas

Conselho Regional de Farmácia de São Paulo abre concurso para 732 vagas

Cargos são de níveis médio e superior. Os salários vão de R$ 1,8 mil a 7,1 mil. Conselho Regional de Farmácia de São Paulo abriu concurso público para 732 vagas em cargos de níveis médio e superior. São 2 vagas imediatas e 730 para formação de cadastro de reserva. Os salários vão de R$ 1.893,25 […]

| 15 de outubro de 2017
banner ad
banner ad